Últimos Posts

O Ranking dos Grupos de Corrida do Facebook é uma homenagem de BiraNaNet àqueles espaços. Seu caráter é sobretudo recreativo, dentro do bom espírito da corrida e desses grupos...

Gif  animado com logo do Ranking dos grupos de corrida, com Paint - Bira, 23-06-16.
--------

O Sobe Desce no Ranking dos Grupos

Amigos!

Para você que curte o Ranking dos Grupos, uma nova medição com gráficos e novidades, como os Corredores de Rua, que superaram a marca das 70 mil adesões. O Vice líder Viciados foi o que mais cresceu, desde a última medição, com 542 adesões. A surpresa do momento foi Energia Vibrante, que saiu de um empate técnico, da sétima posição para a quinta. Confira:

Parte I - Os Mega Grupos

Parte II - Grupos com 11 a 15 mil perfis

Grupos com 10 a 11 mil perfis


Ranking Geral por Quantidade de Membros, em 23-06-16.

1- Corredores de Rua - 70.402
2- Viciados em Corridas de Rua - 68.315
3- Amantes da Corrida - 53.365

4- Atleta Michele Daniele - 14.192
5- Energia Vibrante - 11.961
6- Corredores - 11916
7- Correr Entre Amigos - 11.673
8- Sou Atleta - 11.058
9- Loucos Por Corrida L.P.C - 11.031

10- Nike+ Run Club-RIO - 10.811
11- Corredores Capixabas - 10.504
12- #EuQueroCorrer - 10.342
13- Guepardos Endorfinados - 10.072
14- Geração Saúde - 9.097

Ranking por Novos Ingressos de 16 a 23-06-16.

1- Viciados em Corridas de Rua - 542
2- Corredores de Rua - 466
3- Amantes da Corrida - 331
4-  Sou Atleta - 247
5- Energia Vibrante - 233
6- Atleta Michele Daniele - 115


BiraNaNet vai continuar divulgando novos Rankings, aguadem... Enquanto isso, faça uma tour em nosso blog e descubra por que, neste mês, estamos batendo recordes de acessos!

Obs.: Caso haja omissões de grupos na classificação, favor anotá-las nos comentários desta postagem, pois faremos a correção. #

LEIA TAMBÉM:

Toda Vida em Segundos! - A postagem que superou 11 mil visualizações, este mês.

Minhas Pernas Querem Correr! - O diálogo de um corredor com suas pernas, dias após a corrida.

Abraços!
Bira.
(...) Realizam treinos funcionais sem muitos movimentos, por ter apenas uma bola e alguns elásticos. Além do mais, das 25 crianças, só uma tem tênis (...) 

Janaína Dantas, lutando há dois para levar a corrida para crianças carentes de Fortaleza - CE.

Amigos!

Hoje, pela manhã, a mensagem acima me chamou atenção: 25 crianças carentes precisam de tênis, mesmo usados, para aprenderem a correr. O número do celular de contato apontava para Fortaleza, mas em tempos de WhatsApp isso não é obstáculo, então mandei logo uma mensagem:

-- Bom dia, Janaína... Vi sua postagem no grupo Corredores de Rua. Não tenho os tênis, mas posso divulgar o seu trabalho através de meu blog (...).

Não se passou dois minutos para Janaína me responder com um "Obaaa!" e continuarmos a trocar mensagens de texto e voz...

As Crianças e os Tênis...


Faz dois anos que a personal trainer Janaína Dantas, 43, presta serviços voluntários todas as quintas feiras no bairro Bom Jardim, periferia de Fortaleza e descreve:

-- O bairro é muito perigoso e tem muitos viciados em crack. Mães que abandonam seus filhos, lares onde as crianças só tem mãe ou avó. É uma vida muito diferente da realidade que as pessoas vivem nas academias.

Pelo WhatsApp, a personal trainer que corre há 12 anos, começa a decantar todos os benefícios da corrida e o seu desejo de concedê-los à garotada. Os pequenos são diariamente assistidos pelo projeto de uma igreja, com lanche matinal, atividades e almoço. Depois disso vão para escola.

-- Vi quando essas crianças chegaram ao projeto tão desconfiadas, tristes, arredias... Secas mesmo! A maioria são as mesmas do início. Hoje são crianças alegres, carinhosas, prestativas e que confiam bastante na gente... Queria lhes ensinar o caminho de serem livres! - idealiza a educadora, e continua: -- Quero através do amor, de atos de justiça e da atividade física mostrar que ainda temos um futuro maravilhoso pela frente.

Para ver seus sonhos realizados, Janaína e as crianças enfrentam as dificuldades de quem não tem recursos. Fazem treinos funcionais sem muitos movimentos, por ter apenas uma bola e alguns elásticos. Além do mais, das 25 crianças, só uma tem tênis.

Cheguei a pedir para Janaína me enviar uma foto sem mostrar os rostos dos pequenos, mas mostrando seus pés descalços. Achei que isso produziria melhor resultado nesta postagem, mas a seguir pensei melhor e desisti. Entendi que a foto é desnecessária...

É que Janaína está pedindo muitíssimo pouco, comparado àquilo que ela própria dá: O seu amor e os seus sonhos, que agora já habitam os coraçõezinhos dos pequenos... Só faltam mesmo alguns pares de tênis!

Quem puder ajudar, doando tênis infantis novos ou usados, entre em contato:
Janaína Dantas - WhatsApp; 85 99801 7110.


VEJA TAMBÉM:

A Corrida Gosta de Você! - uma crônica inspiradora, originada de um diálogo no Facebook.

Minha Primeira Maratona - um relato comovente e histórico da prova dos anos 80.


Abraços!
Bira.
(...) Para mim foi uma grande surpresa, descobrir que o maior grupo de corrida do Facebook não foi oriundo das capitais de São Paulo ou Rio, mas de Sorocaba - cidade do interior paulista (...)


Gif animado com recoretes de imagens da internet, sobrepostas sobre o logo de Corredores de Rua - Bira, 20-06-16.
(...) BiraNaNet continua plugado nos Grupos de Corrida do Facebook, aferindo a quantidade de membros, divulgando e acompanhando as novidades (...) 

Ranking dos Grupos de Corrida - medição de 16-06-15.

Confira as Mudanças no Ranking dos Grupos de Corrida do Facebook!

Amigos!

Rio de Janeiro, 16 de junho de 2016
BiraNaNet continua plugado nos Grupos de Corrida do Facebook, aferindo a quantidade de membros, divulgando e acompanhando as novidades. Foi essa a forma que encontramos de agradecê-los, pela divulgação deste blog, e de interagir melhor com aquele vasto público.

Por enquanto, as medições registradas na imagem abrangeram os 14 primeiros colocados. Caso algum grupo não aferido supere a marca de 10.000 membros, passará a fazer parte deste topo no próximo ranking. Logo após, divulgamos os demais grupos com somatório superior a 4.000 perfis. Seguem as amostragens:

Classificação por quantidade de membros às esquerda e por crescimento (no período) à direita.

Outros Grupos...

Desta vez, apuramos outros grupos com quantitativo acima de 4.000. É importante frisar que a possibilidade de ocorrerem omissões aumenta, quanto maior a amostragem. Confira a relação:

15) Corredores de Rua de Brasília - 8.236.
16) Corredores do Rio de Janeiro -7.894.
17) Corredores Cariocas - 7.358.

18) Eli Leite Athlete - 6.726.
19) Mundo dos Tri Atletas - 6.445.
20) Atletismo - 6.301.

21) Caçadores de Atletas - 5.946.
22) Tarja Preta Runners - 5.936.
23) Prazer em Correr - 5.654.
24) AsicsGoldenRun - 5.491.
25) Triatletas - 5.038.

26) SPHRUNNERS br - #soorhojefuiecorri ... - 4.883.
27) Reciclados por Corrida - 4.770.
28) Atletismo Brasil - 4.763.
29) Corredores del Valle de Mexico - 4.717.
30) Corredores Fanáticos - 4.561.
31) Correndo Pelo Rio - 4.472.
32) Triathlon - 4.200.
33) Corredores de Salvador - 4.193.
34) Equipe Correr & Viver - 4.084.

>> Eu Precisava Correr Na Chuva! - Uma crônica refrescante feito chuva de verão... Confira! 

>> Como a Corrida Dilui os Problemas? - Explicando as melhoras no humor de quem corre...

Possíveis Omissões...

No caso de omissões de grupos, neste quantitativo, pedimos para enviar o nome e o link do mesmo, nos comentários desta postagem. Os gráficos de variação exibidos na segunda amostragem do Ranking (anterior) serão atualizados na próxima medição de fim de mês.

O Ranking dos Grupos de Corrida do Facebook tem caráter informativo e recreativo, em consonância com o espírito agregador e fraterno dos Grupos de Corrida do Facebook.

Divulguem e aguardem a próxima medição!

>> Últimas postagens do Blog...

Abraço!
Bira.



(...) No final do treino, toda a exuberância da Cidade Mais Bela do Mundo surgirá no mirante, gratificando os corredores, feito medalha (...)

Gif animado de vídeo feito por Vannucci Jr. no Projeto Desafie-se!, na Floersta da Tijuca.

Desafie-se!... No Treinão Rescaldo da Maratona!

Amigos!

Domingo, 26 de junho de 2016, praticamente um mês após a Maratona do Rio será dia de correr com os amigos no Treinão Rescaldo da Maratona, participe!

Organizado pelo preparador físico e blogueiro Luiz Sirotheau, integrando do Projeto Desafie-se!, o Treinão Rescaldo da Maratona terá largada na Praça dos Patins e chegada na Vista Chinesa. Seus corredores terão pela frente um percurso íngreme, difícil, mas perfeitamente superável com a companhia dos amigos em um clima de não-competição. Serão 12 km de oportunidades para contar e ouvir tudo que rolou na primeira maratona do Brasil, fazendo o tempo passar mais rápido. No final do treino, toda a exuberância da Cidade Mais Bela do Mundo surgirá no mirante, gratificando os corredores, feito medalha.

Luiz abriu um evento no Facebook para todos os corredores que queiram participar. Confira clicando no link:

https://www.facebook.com/events/843975129068893/




Luiz Sirotheau e o Projeto Desafie-se!

Quando tinha apenas dez anos de idade, Luiz Sirotheau (41) já corria frequentemente um percurso de 8 km - do condomínio Barramares ao Barra Shopping, ida e volta. Depois ficava "tirando onda" com os coleguinhas daquele bairro. Também tirou muita onda na praia em sua "fase de surfista", mas nunca deixou de correr, mesmo de forma esporádica. Porém o menino da Barra cresceu, formou-se em Educação Física e vestiu a faixa preta do Judô. Quando, em 2009, foi fazer uma viagem com sua esposa - a professora de balé Ana Lúcia - comprou a Revista Runner's para ler no avião e ficou empolgado com suas matérias. Ao fechar a revista, já estava disposto a "correr mais sério". Mergulhou no mundo da corrida galgando provas com distâncias cada vez maiores. Conheceu muita gente do meio. Não demorou, fez seu primeiro short triathlon e a primeira Maratona no Rio, em 2010. Outras maratonas vieram nos dois anos seguintes, mas veio também um período de baixa motivação e afastamento. Entre meados de 2012 e final de 2014, ele ficou praticamente parado. Em 2015 deu a volta por cima, ao criar o Projeto Desafie-se!, que tira pessoas do sedentarismo e percorre as trilhas mais belas do Rio. Atualmente, o educador físico trabalha em parceria com colégios, organizando escolinhas de futebol e escolas de dança, com sua esposa.

As histórias de Luiz estão descritas no blog Vou Ali e Já Volto, criado por ele há quatro anos. Seus planos incluem a criação de um novo blog e a conclusão de uma peça teatral, de sua autoria.

Pedi ao Luiz Sirotheau que descrevesse o seu momento atual na corrida e ele falou:

-- Hoje em dia eu prefiro até fazer um treinão do que correr uma prova. A prova é uma coisa muito fechada, onde você mesmo se cobra em manter um ritmo forte. O treinão, no entanto, é algo relaxante onde você vai se divertindo, conversando, contando piadas e besteiras... Às vezes dá uma paradinha para bater uma foto e a coisa fica muito mais motivante.

É esse espírito motivador que Siro pretende levar para o treinão, um lugar ideal para reencontrar ou fazer novos amigos!

>> Toda Vida Em Segundos! - A postagem recorde de audiência do blog... Descubra por que!

>> Rua Turva, Corredor Radiante! - Uma das crônicas de corrida mais elogiadas do blog!

Abraços!
Bira.
(...) Aos poucos, minha mente foi desenhando as ruas, os prédios e todo cenário do percurso imaginário. Aos poucos eu fui sentindo como se estivesse no outro lugar (...)

Ubiracy Rezende, fotografado por Alessandro Augusto na Meia Maratona da Asics.

Correr Projetando Um Cenário

Amigos!

Há pouco eu fui correr, quando já estava anoitecendo. Eu faria 18 km de um velho percurso entre bairros, mas mudei de ideia. Fui para a segurança da Pista da Belo, na Vila da Penha. Eu estava com medo de levar um tombo, como o que ocorreu há duas noites...

Foi correndo nas calçadas da Rua Barreiros que eu fugia dos carros que abarrotavam a pista onde ocupavam até as beiradas. De repente, fui atacado por um degrau de concreto escondido na sombra de um poste. Bastou um leve toque na ponta do tênis para tirar todo o meu equilíbrio. Caí feio. ralei o joelho e machuquei bastante a almofada da mão. Assustado, permaneci sentado por um minuto para ter consciência dos estragos, enquanto uma moça perguntava se eu queira ajuda para levantar. Agradeci. Disse que estava bem e que logo me levantaria - mas eu ainda nem tinha certeza... Quando tive, respirei e voltei a correr por mais 9 km até o fim do treino.

Hoje, imaginei que se eu caísse de novo, acabaria de vez com as mãos e os joelhos, daí não quis arriscar aquele percurso... Na Pista da Belo, no entanto, eu não consigo dar mais de três voltas (5,1 km) sem me estressar e desistir. É como correr em uma imensa esteira rolante, indo e vindo, sem sair do lugar. Mas não tinha outro jeito e eu comecei... Dei a primeira volta e antes de completar a segunda pensei:

-- E se eu corresse, aqui, imaginando que estou fazendo o percurso pelos bairros?... Será que daria certo??

Foi o que fiz. Calculei em que altura eu estaria correndo, caso estivesse no outro percurso. Aos poucos, minha mente foi desenhando as ruas, os prédios e todo cenário do percurso imaginário. Aos poucos eu fui sentindo como se estivesse no outro lugar. Sem sair daquela pista, comecei a percorrendo as ruas de Irajá, Largo do Bicão, Penha, Olaria e Ramos... Curiosamente, até evitei de passar pela mesma calçada onde tropecei, numa experiência surpreendente de projeção de cenário. Estava dando certo! Fiquei animado e aumentei o pace. Esqueci que estava na Grande Esteira Rolante da Oliveira Belo e dei seis voltas (10,2 km) sem perceber ou me estressar.


>> Toda Vida Em Segundos! - clique e leia o post campeão de audiência em BiraNaNet.

>> Rua Turva, Corredor Radiante! - Emocionante!... Confira um dos posts mais elogiados do blog.


Fui para casa pensando nessa experiência de correr projetando um cenário. Talvez seja possível aplicá-la em outras situações bem mais hostis de corrida. Esse meu caso foi simples, mas pode ser um indício de que eu poderei repeti-lo e aperfeiçoá-lo.

Abraço!
Bira.



(...) Durou pouco para a nuvem de poeira dissipar da mesma forma que surgira. Abri de vez os olhos e percebi que estava eufórico, mas outro pensamento provocou novo arrepio: (...)


Iniciamos a Série "Grupos de Corrida do Facebook", onde vamos contar as histórias daqueles mais populares, bem como de seus fundadores. Estimo que este seguimento reúna, pelo menos, 500 mil perfis de corredores na rede social... 

Gif de trecho do vídeo de Pablo dos Santos no Encontrão dos Amantes de Corrida 2016 - Blog Corredor 944 

Amantes da Corrida - Série Grupos do Facebook I 

Amigos!

Foi em busca de motivação para superar uma lesão, que Luciane Casanova, 39, teve a ideia de criar um grupo para corredores no Facebook. Era 12 de abril de 2012, e a advogada e atleta santista não fazia ideia que Amantes da Corrida fosse figurar entre os três maiores grupos da atualidade. Sem conhecê-la pessoalmente, trocamos mensagens no Messenger. Eu queria saber como o Amantes conseguiu bater a marca dos 50.000 membros. Surpreendi-me ao descobrir que Luciane é atleta das boas, com mais de 50 pódios em diversas corridas, história que veremos após as Perguntas&Respostas seguintes:

BiraNaNet:  Gerenciar o grupo exige muito do seu tempo?
Luciane: Exige muito tempo, responsabilidade e envolvimento. Não basta simplesmente criar, você precisa se fazer presente, estar envolvida, conhecer os membros, acho que esse é o diferencial. O grupo precisa ter uma identidade, uma ideologia e apenas administrar não possibilita isso.

BiraNaNet: Já teve bate-bocas no grupo? Por quê? Se teve, qual foi a consequência e a solução?
Luciane: Lidar com pessoas é sempre muito difícil. Até porque, felizmente, todos nós temos opiniões diversas, que acabam por gerar polêmicas e discussões. Sim, já houve muitas polêmicas. Quando o assunto é "Pipoca", é bem complicado, em decorrência das correntes radicalmente opostas. Neste caso, a decisão foi proibir o assunto. Mas há outros que também causam problemas, como postagens em trajes minúsculos, demonstrações de pace em aplicativos. O problema é que atualmente vivemos num mundo intolerante. Todo mundo se incomoda mais com que os outros fazem do que consigo mesmo. Nestes casos, a administração precisa ter pulso e, se precisar, expulsar para manter harmonia no grupo. Não é uma coisa que gosto, mas considero necessário às vezes.

BiraNaNet: Qual é o segredo para atrair mais de 50 mil pessoas para um grupo?
Luciane: Acho que é se fazer presente. É simplesmente falar a mesma língua dos corredores. Trazer assuntos que realmente agregam, humor, dicas, fazer o grupo sair do virtual e provar que muitas amizades podem ser feitas através de grupos em redes sociais. O boca-a-boca é muito importante. Hoje eu não preciso mais fazer propaganda do grupo, ele caminha sozinho. Recebemos por semana uma média de 1.000 novos membros e isso se dá pela indicação das próprias pessoas do grupo que se sentem muito bem vindas.

BiraNaNet: Seu grupo já promoveu ou promove eventos presenciais?
Luciane: Sim, o grupo já promoveu três encontros. Um deles, em Santos, onde foi feito um treino solidário. O treino solidário é mesmo a ideologia do grupo, demonstrando que dá para correr e ajudar o próximo ao mesmo tempo. Por isso é um esporte tão agregador e que sociabiliza as pessoas. Outros dois "Encontrões" foram feitos na Adidas Base Run de São Paulo, com mais de 300 presenças. É sempre um dia de muita alegria, iniciado com nosso café da amanhã, treinos, atividades e a oportunidade de conhecermos uns aos outros...


 Foto do Encontrão Amantes da Corrida, 19-03-16, do Blog Corredor 944 - Clique para conferir a matéria
Encontrão de 19-03-2016 - Foto Blog Corredor 944 que cobriu o evento com imagens e vídeos - Confira no link.

BiraNaNet: Tem algum sonho ou planos envolvendo as pessoas do grupo?
Luciane: Sonho, acho que não. Mas talvez uma expectativa de realizar uma corrida com o nome do grupo. Talvez, quem sabe, é um projeto mais para frente.

BiraNaNet: Tem algo que gostaria de fazer ou implementar no grupo, mas o Facebook não permite?
Luciane: Gostaria de bloquear certas expressões... “Pipoca” é uma que eu proibiria... Na verdade as regras do grupo proíbem esse assunto. Não é uma questão de ditadura como muitos possam pensar, mas como eu disse, há duas correntes extremamente radicais neste assunto.

BiraNaNet: Quais conselhos você daria a alguém que queira criar um grupo de sucesso no Facebook?
Luciane: O segredo é envolver-se. Como eu disse, criar um grupo é muito fácil. Precisa conhecer os membros. Eu mesma conheço muitos pessoalmente e muuuuitos que ainda não conheço converso pelo in box, pelo whats. A proximidade e o acesso fácil entre membros e administrador é uma ferramenta importantíssima. Isso passa segurança e uma sensação de que realmente aquele membro não é só um número no grupo. É você estar a par das postagens, e estar pronta para agir quando houver qualquer tipo de confusão no grupo. É difícil, pois você precisa separar a administradora da pessoa e muitas vezes adquire uma fama não muito boa. No entanto, a meu ver, o balanço final é bom... Hoje o grupo é o terceiro maior do país, e o que mais vem crescendo.


BiraNaNet: Mais alguma coisa que queira falar...
Luciane: Eu gosto de citar sempre uma frase que uso no grupo: "Somos um grupo, portanto devemos pensar como um grupo". Uma teia sozinha não é capaz de amarrar sequer um mosquito, mas várias teias amarram um búfalo. Assim, o grupo só é conhecido e tem esse sucesso porque trabalhamos todos juntos, cada um trazendo uma parcela, seja de conhecimento, seja de amizade ou pela simples presença. Não há trabalho individual. Os Amantes representam uma união de ideias, apesar de muitas vezes polêmicas, mas ainda assim, pensando como um coletivo.

BiraNaNet: Para finalizar, como você consegue administrar o tempo de dedicação ao grupo com as demais atividades da vida cotidiana? Isso é difícil?
Luciane: Muito difícil... Estava bem complicado pra mim, porque quanto mais você é conhecida, mais convites surgem. Eu recebi um convite para assumir a coluna motivacional do site de corridas Go Running! Depois recebi um convite do Bruno Stamini para escrever também numa coluna em seu canal, além dos patrocinadores que entram em contato... A coisa vai crescendo sem você perceber. Aí, tive que renunciar às colunas, que era uma coisa que eu curtia bastante fazer. Hoje eu me dedico ao grupo, mas consigo também fazer minhas coisas, que também não são poucas. 

>> (( Clique e descubra: "Toda Vida em Segundos!"  -  a postagem campeã de audiência do blog! ))

Luciane, A Corredora

Luciane Casanova foi apresentada à corrida por seu pai, quando tinha 16 anos. Aos 23, no ano 2000, começou a competir. De lá para cá, já subiu ao pódio mais de 50 vezes nas provas de diversas distâncias, topografia e tipos de solo. Em 2011 desafiou os perigos da Corrida das Torres, 12 km de trilhas em meio à mata atlântica de Caruara - Santos, conforme relatou:

-- Meu pai e meu ex-marido estavam na prova comigo. Eles ficaram para trás e eu fui, mas vi um moço caindo da ribanceira e ficando agarrado nos galhos. Não tinha resgate. Se acontecesse alguma coisa, a gente teria que ficar até chegar um helicóptero. Quando vi o acidente, me abalei de medo. Meu pai havia sumido no caminho e dois amigos fotógrafos me avisaram que ele estava passando mal, lá atrás. Na maioria dos trechos eu estava sozinha, numa área onde moravam índios e eu fiquei apreensiva. Pensei em parar, mas seria pior. Optei por sofrer correndo.

Mas o sofrimento de Luciane com a corrida também se apresentou travestido em "excesso de competitividade", em 2012, como conta:

-- Foi quando a corrida deixou de ser algo saudável e divertido. Eu passei a ver as meninas como inimigas e me frustrava mesmo correndo apenas 10 segundos acima do pretendido. A corrida se transformou apenas eu um evento papa-troféus: Eu ia, corria, pegava o meu troféu e pronto. Hoje vejo de outra forma: Um esporte agregador onde se faz amizades. Onde você vibra pelas pessoas, independente de serem ou não da sua categoria. Hoje eu continuo sendo competitiva ao extremo, mas não me frusto quando vejo que dei o meu melhor... Eu fico feliz, mesmo com a medalha de participação.


Luciane Casanova e seus troféus - foto pessoal.

Luciane só voltou a participar de uma corrida, no ano passado, porque queria muito ganhar a camisa prova. Hoje, mais que uma estante repleta de troféus, ela tem milhares de fãs e amigos em todo Brasil. #

Em breve: matérias com os Grupos Viciados em Corridas de Rua, Corredores de Rua e outros... Fique atento!... Mas não esqueça de curtir o blog, clicando na imagem da lateral  > > >

Abraços!
Bira.



(...) O recém instituído Ranking dos Grupos de Corrida do Facebook começa a agitar o cenário e despertar a curiosidade de corredores com perfil na rede social (...) 

Confira as Mudanças da nova medição no Ranking dos Grupos que começa a agitar a internet...

Mudanças no Ranking dos Grupos de Corrida (06-06-16)

Amigos!

O recém instituído Ranking dos Grupos de Corrida do Facebook começa a agitar o cenário e despertar a curiosidade de corredores com perfil na rede social. Certamente, eles somam mais de meio milhão, espalhados em pelo menos 400 grupos (não é possível precisar). Trata-se de um vasto mercado segmentado, onde blogueiros, profissionais do esporte ou simples atletas amadores divulgam desde venda de produtos até uma simples selfie.

BiraNaNet divulgou a primeira medição do Ranking em 29-06-2016. Como já era esperado, surgiriam dois grupos não detectados, entre os 12 primeiros, são eles: O Grupo Atleta Michele Daniele e Corredores Capixabas, que agora figuram nesta nova amostragem, com 14 grupos. É possível que outros grupos ainda apareçam na próxima amostragem.

Atualizações do Ranking

Ranking dos Grupos de Corrida do Facebook - coletado em 06-06-2016.

Gráficos de Variação: 

Imagem 1: Os três primeiros; Imagem 2: demais posições...

Variação entre os três Grupos mais populares...
Variação entre os grupos emergentes, da 4ª à 14ª posição no ranking.

Dados da Variação:

Adesão de Pessoas no Último Período...


  1. Corredores de Rua (68.119) foi grupo o que mais cresceu, com acréscimo 932 membros
  2. Viciados em Corridas de Rua (67.1470 ganhou 890 perfis
  3. Amantes da Corrida (52.409) obteve 625 adesões.
  4. Atleta Michele Daniele (13.136) não foi aferido na medição anterior.
  5. Corredores (11.886) somou mais 12 membros.
  6. Energia Vibrante (11.665) mais 40 membros.
  7. Correr Entre Amigos (11.658) mais 06 membros.
  8. Loucos Por Corrida L.P.C (11.073) perdeu 13 membros.
  9. Sou Atleta (10.826) perdeu 44 membros.
  10. Nike+ Run Club-RIO (10.823) ganhou 62 membros.
  11. Corredores Capixabas (10.365) não foi aferido na medição anterior.
  12. #EuQueroCorrer (10.236) ganhou 69 membros.
  13. Guepardos Endorfinados (9.849) ganhou 64 membros.
  14. Geração Saúde (9.112) ganhou 08 membros.

Obs. 1: Corredores de Rua foi o que mais ganhou entre os três primeiros com 932 adesões. #EuQueroCorrer, com 69 novos perfis, agregou mais gente entre os grupos emergentes.

Obs.2: Apenas dois grupos perderam membros: Loucos Por Corrida L.P.C (13) e Sou Atleta (44).

Obs.3: Os grupos das três primeiras posições foram destacados para gerar uma melhor visualização nos gráficos. Caso algum grupo se aproxime dos quantitativos destes, será incluído na imagem 1.

O Ranking dos Grupos de Corrida do Facebook é uma iniciativa deste blog e tem caráter informativo e recreativo. Felizmente, o espírito que prevalece dentro dos grupos de corrida é amistoso - e não seria cabível a rivalidade entre eles.

A seguir, este blog vai postar uma série de matérias com entrevistas aos líderes dos grupos, a começar pelos três mais populares. O Grupo Amantes da Corrida e sua fundadora, Luciane Casanova, inaugurarão esta série... Fique atento!

Nota: Ajude a Compor este Ranking - em caso de omissões (entre os 14 primeiros) deixe o link e nome do grupo omitido nos comentários, que corrigiremos na próxima medição.

Desculpe nossa falha: "Viciados em Corridas de Rua" foi grifado erroneamente com a palavra "Corridas" no singular. pedimos desculpas e corrigiremos o erro brevemente.

Abraços!
Bira.



(...) Olhei, mas só deu tempo de levantar os braços, dar um grito e vibrar... Era muita energia que a moça espalhou no ar! Era uma lufada de vento personificada em poucos segundos (...)

Cris passou sorrindo e voando a sessenta metros da chegada da Maratona do Rio... Como não vibrar?  -  Sobreposição de imagens com recortes de fotos de arquivo pessoal - Bira, 03-06-16. 

Toda Vida em Segundos!

Amigos!

Fiquei ali, na torcida, a poucos metros da linha de chegada da Maratona do Rio 2016. Eu amparava com os olhos os corredores que chegavam esgotados, como se assistisse a mim mesmo. É que eu podia entender o que eles sentiam, depois de encarar 42 km de asfalto e sol. Tantas vezes eu já chorei o mesmo choro de alegria; outras tantas, eu já sorri o mesmo sorriso de cansaço!...

De repente uma corredora surgiu em disparada. Sua energia destoava de todos que ali passavam. Foi Siro, meu amigo, que avisou:

-- Olha essa menina, como corre!

Olhei, mas só deu tempo de levantar os braços, dar um grito e vibrar... Era muita energia que a moça espalhava no ar! Era uma lufada de vento personificada em poucos segundos, mas imediatamente esquecida, como todo vento que passa... Então continuei ali mais um pouco; revi amigos e depois fui pra casa.

Quatro dias depois vi que alguém me procurava no Facebook. Era a corredora Cristina de Araujo, mostrando sua foto, nas proximidades da chegada na maratona, com um tal "torcedor desconhecido" ao fundo... Cristina era a moça da cena anterior e o "torcedor desconhecido" era eu. Ela queria me localizar para dar um abraço de agradecimento. Eu fiquei surpreso, um tanto sem graça, porque não tinha noção de que fizera algo tão importante. Quis lhe explicar que minha vibração foi um reflexo do vigor que ela própria emanou. Dizer que ela me pegou de surpresa, feito uma lufada arrancando o boné de um corredor.

Conversei com Cristina, por enquanto, no WhatsApp. Ainda não marcamos o abraço, mas vou contar sua história aqui...

1- Oito Meses em Cinco Segundos!

Quando Cristina Maranhão de Araujo, 45, cruzou à minha frente, em cinco segundos, eu não teria como imaginar seus oito meses de preparação para estar ali. A carioca do Flamengo é disciplinada e faz questão de seguir as orientações, da treinadora Luciene Cury, à risca. Fez isso para ter sucesso nesta sua primeira maratona. Chegou a correr 120 km por semana, no período mais intenso dos treinamentos. Sonhava em completar a prova com 3:30 h, mas cometeu o erro de largar na retaguarda, onde enfrentou muitos encaixotamentos do Recreio à Avenida Niemeyer. Aumentou o ritmo no Leblon, intensificou as passadas em Copacabana. Percebeu que estava muito bem, e teve certeza que concluiria a prova. Percebeu no relógio que havia perdido muito tempo, para quem pretendia chegar abaixo de 4 h, pelo menos. Acelerou ainda mais as passadas e ouviu um rapaz gritar: "Sensacional!!!" Foi quando ficou emocionada.

>> A Maratona Nunca Passa! - Crônica de BiraNaNet sobre a prova mais nobre, confira!

>> Descanse Enquanto Corre! - É possível descansar correndo? Veja a resposta.

2- Oito Anos em Meia Hora de Ligação!

Pelo telefone, Cris me contou que começou a corre há oito anos. Ela saiu das esteiras e bicicletas de academia para encarar seus primeiros 5 km no Circuito das Estações em 2008. Permaneceu feliz, cumprindo o objetivo de emagrecer, até bater com seu carro e ficar dois anos e meio parada (entre 2009 e 2012). Quando melhorou das dores na coluna, procurou uma assessoria esportiva para voltar às corridas. Deu certo, e ela galgou diversas provas, aumentando progressivamente as distâncias. Descobriu que preferia os percursos mais longos, mas lhe faltava fazer uma primeira maratona - a Maratona do Rio.

-- Não falei para quase ninguém. Queria fazer a prova para depois falar. - contou Cristina, e depois revelou: -- Essa corrida veio num momento especial na minha vida. Durante os preparativos eu treinei muitas vezes sozinha, aplicando muita energia e muito foco. Como resultado, eu obtinha melhora de humor... Saía para correr e voltava renovada... A corrida me fez perceber que, antes dela, eu estava muito chata!... Por várias vezes eu saí para correr cansada e voltei pra casa recuperada!

3- Os Cinco Segundos que Vão Durar Toda Vida!

Foi curioso ouvir Cristina dizer que não sentiu nada no momento que completou a grande corrida. Ela, que tinha assistido um vídeo, onde os corredores chegavam aos prantos, ficou na expectativa de que isso também ocorresse com ela, mas nada!... Cruzou a linha de chegada, ganhou sua medalha e se dirigiu, automaticamente, para o guarda-volume. Não encontrou ninguém nem no celular descarregado. Foi curioso saber que a emoção de sua chegada só foi percebida por ela através daquela foto batida a poucos metros dali. Talvez seja por isso que ela ficou tão grata ao me ver na imagem, um "torcedor desconhecido", vibrando. Ainda bem que aqueles cinco segundos se eternizaram num clique de emoção congelada. Ainda bem, que ínfimo instante de um clique - que dura muito menos que cinco segundos - pode conter toda a vida!

Abraços!
Bira.